Arteta diz que câmeras de documentário distraíram o Arsenal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Mikel Arteta falou sobre o documentário que acompanhou o dia a dia dos treinamentos do Arsenal. Foto: David Price/Arsenal FC via Getty Images
Mikel Arteta falou sobre o documentário que acompanhou o dia a dia dos treinamentos do Arsenal. Foto: David Price/Arsenal FC via Getty Images

O técnico Mikel Arteta admite que ter câmeras documentais acompanhando o Arsenal na última temporada às vezes foi uma distração.

Os três primeiros episódios da série All or Nothing da Amazon Prime com foco nos Gunners foram lançados nesta semana.

Leia também:

O documentário fornece informações sobre uma campanha turbulenta no Emirates Stadium, que incluiu o surgimento de jovens talentos empolgantes, a saída sem cerimônia do capitão do clube, Pierre-Emerick Aubameyang, e o Arsenal não conseguiu terminar entre os quatro primeiros.

Em sua coletiva de imprensa antes da abertura da temporada do Arsenal contra o Crystal Palace, Arteta falou de suas impressões sobre a série.

"A distração, ou atração, foi no ano passado tê-los aqui todos os dias", disse ele. “Tentamos trabalhar juntos para garantir que o que for produzido seja a realidade de como este clube de futebol é administrado", explicou.

Arteta atua como protagonista central do documentário, que gira em torno do técnico muito mais do que nas edições anteriores que cobriram Manchester City e Tottenham.

Seus métodos de treinamento muitas vezes peculiares vêm à tona, incluindo tocar 'You'll Never Walk Alone' nos alto-falantes em uma sessão de treinamento antes do Arsenal enfrentar o Liverpool para ajudar seus jogadores a se acostumarem com o barulho da torcida adversária.

Os Gunners perderam por 4 a 0 para os Reds, com o videoclipe levando Arteta a ser ridicularizado nas redes sociais. O ex-atacante do Aston Villa Gabby Agbonlahor ficou perplexo com o vídeo e criticou o espanhol por sua abordagem.

"Essa é a coisa mais patética que eu já vi e se eu estivesse treinando naquele campo, acho que você estaria rindo com seus companheiros de equipe", disse ele à rádio talkSPORT.

"Quando eles jogam na Liga Europa e jogam fora contra o Fenerbahce, ele vai acender sinalizadores no campo de treinamento com bateria? Honestamente, é ridículo", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos