Árbitro morre após ser agredido durante jogo em El Salvador

Árbitro foi agredido após expulsar um dos jogadores e não resistiu aos ferimentos. Foto: Getty Images
Árbitro foi agredido após expulsar um dos jogadores e não resistiu aos ferimentos. Foto: Getty Images

O árbitro José Arnoldo Amaya morreu no último fim de semana após uma sequência de agressões sofridas durante um jogo de futebol amador em El Salvador.

Segundo informações da imprensa local, Amaya apitava uma partida no Estádio Toluca, localizado no bairro de Miramonte, quando foi agredido por um jogador e torcedores, e não resistiu aos ferimentos depois de ser levado ao hospital.

Leia também:

“Recebi a notícia do que aconteceu com meu pai por telefone. Não estava no campo. Pelo que entendi o agressor foi expulso pelo meu pai. Depois da expulsão, o meu pai foi atirado ao chão e agredido várias vezes. O meu pai foi para o hospital já em estado grave e acabou por falecer”, relatou o filho do árbitro, Jairo Amaya, em contato com o jornal ‘Diário de El Salvador’.

“A Polícia ainda não me adiantou muito sobre os agressores. Entendo que seja por uma questão de segurança. Estou à espera”, acrescentou o filho do juíz.

A Federação Salvadorenha de Futebol condenou a agressão que resultou na morte de Amaya através de um comunicado.

“A Federação Salvadorenha de futebol condena, lamenta e repudia a agressão física que resultaram na morte de José Arnoldo Amaya por pseudo torcedores e jogadores durante um jogo que este apitava no estádio Toluca de San Salvador. Repudiamos todos os atos de violência que estão acontecendo nos diferentes cenários esportivos do país”, dizia o comunicado da principal entidade do futebol do país.

Atuando como árbitro há mais de duas décadas, José Arnoldo Amaya tinha 63 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos