Arão confirma que vive sonho na Europa e fala sobre saída do Flamengo: 'Não foi fácil'

Arão deixou o Rubro-Negro na janela de transferências do meio do ano (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


Willian Arão deixou o Flamengo no meio do ano, com destino à Instambul, para defender o Fenerbahçe. O volante vestiu a camisa rubro-negra por sete anos, com intuito de reeditar a parceria com Jorge Jesus. Sobre a saída, ele comentou a mistura de sentimentos a dificuldade na decisão.

Em entrevista ao "GE", Arão confirmou que sempre sonhou em vestir a camisa de um grande clube da Europa. No entanto, voltou a afirmar que a decisão de deixar o Ninho do Urubu e, consequentemente, se afastar do Brasil, não foi nada fácil.

+ Ex-Londrina, lateral do Flamengo alfineta Vasco em redes sociais e declara torcida na Série B

- Não é que foi difícil, mas também não foi fácil. Tive que sentar com a minha esposa e analisar os prós e contras. Mas sempre foi um sonho meu jogar na Europa, viver essa experiência. Estava há muito tempo no Flamengo, já tinha vencido quase tudo. Mas não foi fácil porque eu sabia que esse ano o clube iria estar perto de conquistar mais taças - disse, antes de completar:

- Sair de um clube que você sabe que vai brigar por títulos e ir para um novo projeto, uma nova vida... Mas conversei com minha esposa e meu pai e topamos. Estou muito feliz. É um clube gigante, com uma torcida imensa e uma pressão tão grande quanto a do Flamengo - analisou.

+ João Gomes na mira! Relembre grandes vendas de crias do Flamengo

Arão foi negociado com o Fenerbahçe por 3 milhões de euros, cerca de R$ 16 milhões na cotação atual. O volante disputou 377 jogos pelo Flamengo e marcou 35 gols. Além disso, conquistou 10 títulos, incluindo a Copa Libertadores em 2019, também sob o comando de Jorge Jesus.