Apoiador do projeto, Eduardo Paes cobra Caixa Econômica sobre estádio do Flamengo no Gasômetro

Eduardo Paes é apoiador do projeto do estádio do Flamengo (Fotos: Divulgação/Prefeitura e Flamengo)


Após declarar apoio ao projeto de estádio próprio do Flamengo na região do Gasômetro, o prefeito Eduardo Paes voltou a comentar o assunto nesta segunda-feira. Em publicação nas redes sociais, ele reforçou a autorização da prefeitura e cobrou a Caixa Econômica Federal pela doação do terreno.

+ Quem chega e quem sai? Confira o vaivém do mercado no Flamengo

- Bora ajudar o futebol carioca. Rodolfo Landim já conseguiu minha autorização. Só falta a CEF (Caixa Econômica Federal) doar o terreno sem cobrar pelo potencial construtivo! Mas tem que ser de verdade e com “papel passado”. Pronto aqui para ajudar. Contem comigo - postou o prefeito no Twitter.

Mais cedo, também nesta segunda-feira, em evento na cidade de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro também tocou no assunto do estádio próprio do Flamengo. De acordo com ele, o governo federal vai ajudar o clube na empreitada.

- Dani (Daniella Marques), como está a negociação do terreno da Caixa, do Gasômetro, para o Flamengo, que quer construir seu estádio de futebol? Tratamos desse assunto. Adiantei. Liguei agora há pouco para o comando do Exército Brasileiro, porque, vizinho ao Gasômetro, tem um quartel do Exército. Se for o caso, entra no pacote. Vamos atender ao Flamengo. Estudo de viabilidade está bastante avançado. Sem intermediários. Se aparecer um prefeito aí dizendo qualquer negócio, está mentindo - afirmou Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos