Após vitória do São Paulo, Rogério Ceni fala sobre lesões e situação de Luan: 'Tem que cuidar do corpo dele'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Rogério Ceni tem números melhores na segunda passagem do que na primeira (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Após a vitória do São Paulo por 1 a 0 contra o América-MG neste domingo (12), Rogério Ceni falou em entrevista coletiva sobre elenco desfalcado devido às lesões.

Galeria
> ATUAÇÕES: Mesmo com pressão, Jandrei salva e Patrick garante vitória do São Paulo

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Sem Gabriel Sara, Alisson, Nikão, Diego Costa, Talles Moreira, além de Arboleda, Caio e Beraldo, que estão convocados, o treinador teve que adaptar algumas posições. De acordo com Ceni, o elenco entregou o que conseguia diante a esta situação, citando como principal exemplo os desfalques no meio de campo.

- São muitas ausências. Eles entregaram o melhor que podiam nas condições que temos. Nós temos muitas ausências de meio campo. Jogadores importantes. Sara, Igor, Alisson... Ai na zaga, não tem Diego. Ai tentamos cobrir com o que temos. Rigoni faz uma função mais de meio-campo, Patrick entra do outro lado, Nestor vem de 90 no último e cansa. Colorado não tinha gás para jogar mais que ele jogou. Já ficou cansado ao fim desses 20 minutos - disse.

O técnico do São Paulo ainda ressaltou os limites do Tricolor paulista. Também afirmou que o rendimento da partida, que foi válida pela 11ª rodada do Brasileirão, foi abaixo do esperado - mesmo com o resultado positivo.

- Temos limites. O time entrega tudo que pode, dentro do que tem. Luan não está 100%, Colorado voltando de lesão, Alisson fora, Sara fora, Igor fora... Fizemos melhor que podíamos, abaixo do que as pessoas imaginavam e até do que nós imaginávamos. De positivo, fica o comprometimento e a vitória - completou.

Durante a coletiva pós-jogo, Rogério Ceni ainda revisitou a situação de Luan. O jogador saiu de maca aos 28 minutos de jogo ao sentir a coxa. Ao que tudo indica, fará exames durante a semana.

– O Luan vem se esforçando, mas tem que cuidar primeiro da parte física. Ele vai ter que fazer um trabalho direcionado e ter força de vontade, e para isso abrir mão de certas coisas. No final do ano, ficaram em dúvida de cirurgia ou não. Ele tem que cuidar do corpo dele primeiro, bola ele tem - finalizou.

O São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira (16), contra o Botafogo, às 16h, no estádio Nilton Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos