Após prisão, delegada Adriana Belém é cortada de documentário sobre Adriano Imperador

 Adriana Belém era amiga pessoal do ex-atacante (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


A participação da delegada Adriana Belém foi retirada da produção documental que conta a vida de Adriano Imperador. Adriana, que era amiga pessoal do ex-jogador, foi presa pelo crime de lavagem de dinheiro. A informação é do jornal 'Extra'.

+ Luis Suárez define futuro, Vagner Love acerta retorno para o Brasil… O Dia do Mercado!

Adriana Belém chegou a receber a equipe de gravação do documentário em sua casa e prestou um longo depoimento sobre a sua relação com Adriano. Segundo informações, a delegada foi apontada pela produção como uma espécie de segunda mãe do ex-atacante.

+ Streaming anuncia data de estreia do documentário de Adriano Imperador

Em maio deste ano, a Polícia Civil encontrou quase R$ 2 milhões em espécie dentro de uma mala e de sacolas de marcas de grife no apartamento da delegada, na Barra da Tijuca, área nobre do Rio de Janeiro. A busca fazia parte da operação "Calígula", contra uma rede de jogos de azar comandada, segundo o Ministério Público, pelo contraventor Rogério de Andrade e pelo PM reformado Ronnie Lessa. Adriana teria envolvimento com o grupo.

Conhecido pela reclusão, Adriano topou produzir a série autobiográfica que contará sua história em três episódios no serviço de streaming 'Paramount +'. A obra relembra a trajetória de vida e momentos marcantes de um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos