Após nova expulsão pelo Palmeiras, Danilo faz forte desabafo nas redes sociais: 'Assumo a responsabilidade'

Danilo assume responsabilidade por queda de desempenho no Palmeiras (Foto: Redes sociais/Danilo)


Após ser expulso na vitória do Palmeiras sobre o Santos no último domingo, Danilo usou as redes sociais para se desculpar com os colegas de elenco e torcedores do time. O volante aproveitou para falar sobre seu perfil como atleta e os dois cartões vermelhos recebidos recentemente.

GALERIA

> Quem ganharia um All-Star Game Rio x SP? LANCE! vota jogador por jogador

Primeiro, o camisa 28 saiu de campo mais cedo por ter dado uma entrada dura em Zaracho, do Atlético-MG, no segundo jogo das quartas de final da Libertadores, quando o Verdão se classificou nos pênaltis.

> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Agora, diante do Santos no Brasileirão, Danilo errou um passe e tentou fazer a recuperação da bola, mas acabou parando o atacante Soteldo com falta e levou o vermelho direto.

- Cometi a falta para evitar um provável gol, errei, e não tenho nenhum problema em assumir minha responsabilidade, preferi a falta do que o risco do gol e exagerei, me desculpo com meus colegas de trabalho e com os torcedores que sempre apoiaram nos bons momentos - disse o jogador em uma rede social.

No próximo jogo, que só acontece no dia 28 de setembro, o Palmeiras entrará em campo contra o Atlético-MG sem Danilo, pela 28ª rodada do Brasileirão. A bola rola às 21h45, no Mineirão.

Confira, na íntegra, a postagem de Danilo:

“A vida de um atleta é muito doida mesmo, talvez alguns de vocês nem façam ideia, é feita de altos e baixos e no caso do futebol ainda mais maluca. Profissionalmente já estive em momentos melhores no clube e acreditem, meus últimos jogos também não me deixaram feliz!

Sei da importância do Palmeiras na minha carreira pois construímos, diariamente, uma história de vitórias e temos mais para conquistar! Trabalho dia a dia, incansavelmente para buscar meu melhor sem que nada tire o meu foco. Quem acompanha minha carreira sabe que estou longe de ser um cara violento e desrespeitoso dentro e fora de campo, tanto que em toda a minha carreira tive duas expulsões, a primeira contra o Atlético Mineiro em que num lance escorreguei e cometi a falta. A segunda no último jogo contra o Santos em que cometi a falta para evitar um provável gol, errei, e não tenho nenhum problema em assumir minha responsabilidade, preferi a falta do que o risco do gol e exagerei, me desculpo com meus colegas de trabalho e com os torcedores que sempre apoiaram nos bons momentos e sabia que não seria diferente agora, obrigado!

Então de cabeça erguida seguirei trabalhando pois temos objetivos a alcançar e como disse, sei da minha importância para este objetivo!
Continuo o mesmo, sigo bem e confiante no meu potencial pois sei que é na adversidade que nos tornamos ainda maiores!
Avanti Palestra!”