Após esquecimento, Bruno Oliveira volta a ganhar espaço no Santos

Bruno Oliveira tem chamado a atenção nos jogos do Santos (Reprodução: Ivan Storti/SantosFC)


O meia Bruno Oliveira voltou ao cenário no Santos. O jogador ganhou oportunidade no empate do Santos em 1 a 1 contra o Banfield, na Vila Belmiro, pela última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. Após isso, emplacou uma grande sequência entre os relacionados.

No empate entre Santos e Internacional na última quarta-feira, Bruninho entrou na segunda etapa, na vaga do lesionado Léo Baptistão, e foi importante. Deu um grande passe para Lucas Braga driblar o goleiro e abrir o placar para o Peixe. Foram 28 minutos em campo, cinco passes certos, uma assistência completa, cinco de seis duelos ganhos e um drible certo.

Fabián Bustos vem procurando um jogador para ocupar a faixa central em seu time. Na posição, o treinador escalou Ricardo Goulart e adiantou Vinícius Zanocelo. Em algumas oportunidades, Léo Baptistão foi descolado para o centro para ajudar na criação. A diferença é que Bruno Oliveira é um jogador da posição e pode ganhar mais oportunidades.

“Eu sou um jogador de boa finalização, boa bola parada. Gosto também de atuar na criação, tentando clarear o campo para os atacantes finalizarem. Eu estou aqui para ajudar onde o Santos precisar, estou à disposição da comissão técnica para exercer a função que eles julgarem melhor para a equipe”, disse o jogador, em entrevista recente.

Bruninho, como é chamado no elenco, não fez nenhum trabalho especial enquanto aguardava uma oportunidade. Um dos fatores que beneficiou o meia é que os treinos dos jogadores que não são relacionados costumam ser intensos, assim ele teve a oportunidade de entender melhor a filosofia do treinador argentino.

"Ele vem treinando bem, estamos satisfeitos com o desempenho. Melhorou a intensidade e tecnicamente é muito bom", disse Bustos.

Bruno é natural de Vinhedo (SP) e torce pelo Santos desde a infância. No currículo, acumula passagens por Bragantino, XV de Piracicaba e Grêmio Osasco antes de chegar à Caldense. O atleta atua como meia, mas também é opção como segundo volante. Ele chegou por empréstimo da Caldense até o fim de 2022, com opção de compra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos