Após empate com o Flamengo, Tadeu dispara sobre arbitragem: ‘Favoreceu a equipe deles’

Goleiro desabafou sobre resultado. Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC


O Goiás empatou, em 1 a 1, com o Flamengo, neste domingo (11). Os times se enfrentaram pela 26ª rodada do Brasileirão. Contudo, a partida ficou marcada por um lance polêmico, que originou o gol carioca.

Aos 41 do primeiro tempo, Arrascaeta cobrou escanteio, e Léo Pereira dividiu no alto com o goleiro Tadeu. Matheus França, na sequência, empurrou para as redes. O árbitro marcou falta, mas, depois da revisão do VAR, reviu o lance e confirmou o gol. Depois da partida, Tadeu soltou o verbo.

- Não tem polêmica. Foi falta. A bola tava na minha mão, tava em posse minha. Claramente o jogador cabeceou a minha mão e como que eu vou segurar a bola se o cara cabeceou a minha mão? Talvez essa regra eu ainda não conheça. Pode ser nova. Talvez nem eles saibam da regra. Até um impedimento no tiro de meta foi marcado.

Sobre o resultado do jogo, o goleiro declarou que foi difícil de aceitar:

- Difícil, porque a gente fez um grande jogo. Acho que a gente mereceu o resultado. Fizemos um belo gol. Ser prejudicado dessa forma é complicado. A gente não esperava que fosse tão diferente por ser um árbitro que tá apitado jogo desde sempre. [Ele] foi pressionado na volta do intervalo. E o cidadão que tá lá no VAR, a gente conhece bem, porque não é a primeira vez que prejudica o Goiás. É difícil porque são dois pontos que a gente merecia ter ganhado, mas perdemos - disse o goleiro.

Por fim, ele explicou a conversa que teve com o árbitro após o lance:

- Eu tô aqui tirando a minha culpa, porque a bola tava realmente na minha posse. Se eu tivesse falhado, não teria vergonha de vir aqui e assumir meu erro. Mas o erro foi deles e, como eu disse, vou procurar essa regra, porque eu não conheço. Ele falou que apitou a falta e tava esperando a checagem do VAR. Ele deixou o lance correr para poder dar uma favorecida e favorecer a equipe deles - finalizou.