Após conquistar cinturão inédito, Luiz Victor Rocha volta a fazer bonito no Karate Combat

Luiz Victor venceu o campeão dos meio-médios Josh Quayhagen no Karate Combat (Foto: divulgação Karate Combat)


O lutador potiguar Luiz Victor Rocha segue fazendo história no Karate Combat, a maior liga de Karate full-contact do mundo. Dono do cinturão da categoria peso-leve, o carateca brasileiro alcançou mais um feito no último sábado (27), quando derrotou o campeão dos meio-médios Josh Quayhagen em um duelo no peso-casado de até 71.7kg na 35ª edição do Karate Combat, que aconteceu em Orlando, na Flórida. Após cinco rounds de luta, o atleta da Pitbull Brothers foi declarado vencedor por decisão majoritária dos juízes.

“A luta foi bem mais difícil do que eu esperava. Eu pretendia nocautear rápido chutando, mas meu oponente mudou a estratégia e me surpreendeu. Ele lutou como canhoto e caminhou corretamente para o lado que anulava meus chutes. Eu me adaptei ao jogo dele e ganhei os três rounds iniciais, mas sem conseguir o nocaute. No quarto round comecei ganhando, mas ainda na primeira metade comecei a sentir um cansaço e perdi o round. No quinto eu sabia que a pontuação da luta estava favorável a mim, e que estava cansado demais para continuar buscando um nocaute, então foi um verdadeiro round de sobrevivência para mim e de busca pelo nocaute para ele”, contou Luiz Victor.

Após conquistar a vitória no evento, Luiz Victor permaneceu em Orlando para curtir sua lua de mel. Ele ficou noivo logo após conquistar o cinturão dos leves da organização e casou alguns dias antes da superluta contra Josh Quayhagen. Por isso precisou adiar a celebração do seu casamento.

“Após ganhar o cinturão dos leves, eu desafiei o Josh pelo cinturão dos meio-médios, mas o evento preferiu fazer uma superluta no peso casado sem valer o cinturão. Eu noivei logo após ganhar o título dos leves e casei 20 dias antes dessa superluta, mas como eles marcaram a luta, eu precisei adiar a minha lua de mel. Mas a minha esposa é super compreensiva com o meu trabalho e ela adora Orlando. Então ela gostou da ideia de adiar a lua de mel e poder comemorar aqui em Orlando após a luta. Além de ter ela comigo me apoiando durante a luta, ganhamos uma lua de mel aqui de graça, já que eu trouxe ela como minha acompanhante sendo custeado pelo evento (risos)’, celebrou o carateca.