Após aprovação de venda da SAF e mudança na diretoria, Vasco visita a Ponte pela Série B

SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Dois dias após a aprovação dos sócios à venda de 70% da SAF do Vasco, o clube cruz-maltino entra em campo nesta terça-feira (9), às 20h30, para enfrentar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli.

No domingo (7), com 79,44% de aprovação, os sócios do Vasco oficializaram a venda de 70% da Sociedade Anônima do Futebol do clube para a empresa norte-americana 777 Partners. Do total de 4.907 voto, Foram 3.898 para o "sim", 976 para o "não", 18 nulos e 15 brancos.

A holding tem firmado em contrato a promessa de investir R$ 700 milhões nos próximos três anos, além de se comprometer a pagar a dívida de também R$ 700 milhões em até dez anos.

No discurso, os executivos garantem um Vasco forte e competitivo no futebol já a partir de 2023, quando pretendem ter regressado à Série A do Campeonato Brasileiro.

A votação aconteceu em formato híbrido - online e presencial -e transcorreu sem maiores problemas. Quem optou por exercer seu voto presencialmente, se dirigiu à sede vascaína do Calabouço, situada no Centro (RJ). Por lá, alguns torcedores e organizadas estiveram do lado de fora demonstrando apoio à venda da SAF.

Nesta segunda (8), a 777 Partners anunciou as primeiras mudanças no futebol do clube. A empresa divulgou que Paulo Bracks será o diretor esportivo e Luiz Mello, que era CEO do próprio Cruz-Maltino, vai ocupar o mesmo cargo, mas agora na SAF.

"Luiz Mello e Paulo Bracks trazem a energia, serenidade e conhecimento necessários para nos ajudar a colocar o Vasco no caminho do sucesso. Eles têm o apoio total da 777 Partners para liderar este projeto", disse Josh Wander, sócio-gerente e fundador do 777 Partners, através de um comunicado oficial.

Luiz Mello chegou a São Januário em 2021, na gestão de Jorge Salgado, e foi um dos nomes a participar do processo de criação da SAF e negociação com a 777, o que levantou questionamentos por parte da torcida. Em nota, a 777 diz que Mello "destaca-se com resultados excelentes em obtenção de novas receitas, melhorias organizacionais e planejamento estratégico".

Já Bracks desembarcou no Vasco já como integrante da SAF. Ele tem passagens por América-MG e Internacional. No comunicado, a empresa ressalta que o advogado "iniciou sua trajetória no desporto sendo auditor do STJD do futebol, em 2008, onde trabalhou por seis anos. Após, foi Diretor de Competições da Federação Mineira de Futebol (FMF), por três anos e meio".

Nesta terça, o clube cruz-maltino não terá Yuri Lara, Nenê e Palacios, que cumprem suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Assim, um provável Vasco tem: Thiago Rodrigues, Léo Matos, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Zé Gabriel, Andrey e Alex Teixeira; Gabriel Pec, Figueiredo e Raniel.

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Horário: 20h30 (de Brasília) desta terça (9)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Transmissão: Premiere