Antônio Carlos revela bastidores do falso sequestro de Somália: 'Queriam prender ele'

Ex-zagueiro do Botafogo falou sobre o caso inusitado - Foto: Reprodução/YouTube Charla Podcast


Antônio Carlos, zagueiro do Botafogo entre os anos de 2010 e 2012, relembrou em entrevista ao programa 'Charla Podcast', o inusitado episódio envolvendo o ex-volante Somália, que fingiu ter sofrido um sequestro relâmpago enquanto ia para a reapresentação do Alvinegro em 2011. O ex-defensor contou bastidores de como foi a reação do elenco ao saber do caso.

+ Neymar não está nos planos do PSG, Chelsea perto de contratar Raphinha… O Dia do Mercado!

O ex-jogador conta que Joel Santana, técnico da equipe na época, já 'pressentia' o que viria a acontecer:

- Liguei para ele de manhã e perguntei, "Somália, cadê você?" Ele falou que estava na Linha Amarela e desligou. O Joel Santana perguntou, "cadê o Ronaldinho preto que ainda não chegou?" Falei onde ele estava e o Joel respondeu dizendo que só faltava ele falar que foi sequestrado - revela o ex-atleta, que continua:

- Estávamos todos almoçando, quando daqui a pouco, "Sequestro do jogador Somália do Botafogo" em todos os jornais. Falamos, "fodeu", foi sequestrado. Decidimos ligar para ele. Quando atendeu, disse que só iria conversar conosco quando estivesse lá (no Nilton Santos) - contou Antônio Carlos.

+ Bordeaux exige compra, e Botafogo trava negociações com Fransérgio

Alguns atletas estranharam o caso do companheiro e questionaram a situação:

- O Fábio Ferreira (zagueiro do Botafogo em 2011) falava, "Antônio, essa porra é mentira". Eu respondia, "ele vai mentir para gente?" No dia ele não apareceu, estava detido - conta.

- Na manhã seguinte ele chegou e fomos atrás dele. Somália estava no quarto com o edredom no rosto e dizendo que tinha dado mole e começou a chorar. O cara afirma que foi sequestrado, jura pela filha, (e o sequestro sendo inventado), é falsidade ideológica, a polícia queria prender ele.

Antônio Carlos conta que encontrou Somália em São Paulo, há três semanas. Ele revela que o ex-volante do Botafogo se aposentou, entrou para a igreja e se casou com uma policial, o comentário arrancou risadas de Bruno Cantarelli e o co-host Beto Júnior.

Relembre o caso

No dia 5 de janeiro de 2011, a reapresentação do elenco ficou marcada pelo suposto sequestro relâmpago do ex-volante Somália, que na verdade foi uma falsa informação de crime para justificar sua ausência no primeiro treino daquele ano. Após o caso o jogador foi desligado do clube.

Somália foi anunciado pelo Botafogo ainda em dezembro de 2009 como a primeira contratação para a temporada seguinte. O volante se tornou uma das principais peças do técnico Joel Santana na campanha do Campeonato Carioca em 2010, ano em que o Botafogo conquistou o Estadual com a icônica cavadinha do uruguaio Loco Abreu.

Ao todo, Somália participou de 66 jogos pelo Glorioso e marcou três gols.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos