Update privacy choices
Esportes

Votação do impeachment do presidente do Santos fica para 10/09

Jorge Nicola
Yahoo Esportes
Peres terá de explicar na quinta prejuízo de R$ 44mi no 1º semestre (Ivan Storti/Santos FC)

José Carlos Peres ganhou uma excelente notícia: a votação para decidir sobre seu impeachment da presidência do Santos não ocorrerá mais nesta quinta-feira, e sim no dia 10 de setembro. Por causa de uma liminar obtida pelo dirigente, Marcelo Teixeira, que preside o Conselho Deliberativo, optou por excluir da pauta desta semana a votação do impeachment.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Assim, o encontro servirá para debater outros temas, entre eles a votação sobre o 3º uniforme do Peixe, a aprovação da nomeação de novos membros do Comitê de Gestão e, principalmente, a apreciação das contas do 1º semestre.

O adiamento da discussão sobre o impeachment pode ser fundamental para Peres, já que a chance de ele se dar mal nesta quinta-feira seria gigante. Afinal, a reunião do Conselho Deliberativo acontece dois dias após o jogo de volta da Libertadores contra o Independiente – e um erro administrativo do grupo de Peres pode ser decisivo para a eliminação. O Peixe escalou Carlos Sanchez de forma irregular e o empate em 0 a 0, em Buenos Aires, pode virar uma derrota por 3 a 0.

Até 10 de setembro, a esperança das pessoas contrárias ao impeachment é de que a repercussão por uma eventual desclassificação perca força.

Já aqueles que defendem o impedimento de Peres têm certeza que a reunião desta quinta-feira colocará ainda mais fogo na situação. Tudo por causa dos resultados do clube no 1º semestre, que serão apresentados aos conselheiros. O Peixe teve prejuízo de R$ 44,3 milhões, apesar de o orçamento prever lucro de R$ 30,3 milhões. Ou seja, uma diferença negativa de R$ 74,6 milhões.

É importante ressaltar que a venda de Rodrygo ao Real Madrid não entrou para a contabilidade.

Ainda assim, em 30 de junho, a dívida de curto prazo era de R$ 315 milhões, contra R$ 194 milhões de seis meses antes. Já a dívida de longo prazo saltou de R$ 207 milhões em 31 de dezembro para R$ 347 milhões em 30 de junho.

Leia mais:
– 
Como funciona um exame antidoping?
– 
‘Novo’ Neymar troca mais passes e ajuda na marcação
– 
Camisa de Astori segue no vestiário da Fiorentina

2 minutos com Nicola – Mustafá tem derrota histórica no Palmeiras


Reações

Leia também