Update privacy choices
Esportes

Sopa de letrinhas do surfe tem ISA, WSL e ASP: entenda todas elas

Yahoo Esportes

Por Emanoel Araújo e Guilherme Daolio

Se você já acompanhou qualquer etapa do surfe e leu alguma notícia por aqui, deve saber que o nome mais citado não é de um surfista ou uma praia. A World Surf League é presença garantida em qualquer etapa, para qualquer surfista e em qualquer onda.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Mas a chegada da WSL é recente. Para entendermos como é a organização do surfe, precisamos voltar algumas décadas.

:: International Surf Association (ISA) 1964 – 1972

 Fundada por um peruano (país que briga pela ‘paternidade’ do esporte), a federação coroou o primeiro campeão mundial. Foi a ISA que iniciou a promoção do esporte aos meios de comunicação. Não por coincidência, a revista que virou referência por anos na modalidade, a australiana Surfing Magazine, foi fundada no mesmo ano.

Fundador da ISA, Eduardo Arena (nº5) também competia – uma tradição quebrada pela WSL

Desde então, a ISA (Associação Internacional de Surfe) realiza competições em eventos únicos em vários lugares do mundo. É dela a responsabilidade do surfe adaptado (para deficientes) e outras formas de fomentar o esporte. Para isso, a organização trabalha com governo de 103 países. Para se ter ideia da responsabilidade, a instituição também é a única que negocia com o Comitê Olímpico Internacional (COI) sobre a modalidade nos Jogos Olímpicos.

:: INTERNATIONAL PROFESSIONAL SURFERS (IPS) – 1976 – 1983

 

Randy Rarick é fundador da IPS e também criador da Tríplice Coroa Havaiana, torneio mais tradicional da ilha mais ‘surfe’ do planeta

Enquanto Fred Hemmings ganhava títulos da IFS (posteriormente ISA), Randy Rarick produzia campeonatos no Havaí. Na década de 70, a ilha já recebia os melhores do mundo e a dupla americana criou uma boa proposta aos surfistas. Um campeonato ao redor do mundo e, diferente da ISA, disputado em várias etapas ao longo do ano. Cada etapa teria baterias no formato de 1×1 e com premiação para homens e mulheres. Acredite ou não, uma revolução para época.

Leia mais:
– Diego Alves exalta atuação do Fla contra o Cruzeiro
– Especialistas comentam sobre expectativa de brasileiros na Europa
– CR7 vai marcar toneladas de gols pela Juve, diz Camoranesi

:: ASSOCIATION OF SURFING PROFESSIONALS (ASP) – 1983 – 2013

 Um dos maiores ícones da IPS teve a ideia de fundar a ASP. Uma divergência com a diretoria motivou o australiano Ian Cairns a criar uma nova organização de surfe internacional. Foi sob o comando do multicampeão que o esporte se popularizou ao redor do mundo, as marcas ganharam mercado e os lucros refletiram nas premiações dos atletas.

Ian Carns foi o primeiro australiano a quebrar a barreira do localismo e virar ídolo no Havaí

Você não leu errado. A palavra ‘atleta’ entrava no vocabulário do surfe, junto com sua profissionalização – uma marca da ASP. Se você já ouviu falar de Kelly Slater, vestiu roupas de grifes de surfe e já assistiu algum campeonato pela internet, tem muito a agradecer à ASP.

Sob os domínios da ASP, marcas e atletas ganharam espaço e reconhecimento do público

:: WORLD SURF LEAGUE (WSL) – A partir de 2013

Para entender qual é o papel da instituição, vale lembrar o seu lema.

QUOTE

Melhores surfistas nas melhores ondas

Ou seja, o objetivo da WSL une o que há de melhor em terra para colocar no mar. Sejam mulheres ou homens, pranchas performáticas ou pranchões, a instituição é o supra-sumo do surfe. Lá estão os melhores surfistas que se colocam à disposição de um calendário apertado no World Qualifying Surfing (Divisão de Acesso) e um campeonato incrível e duro, como o World Championship Tour (Divisão de Elite).

Aos poucos: comprada em 2013, o primeiro logo oficial da WSL só surgiu dois anos depois

Se comparado aos demais, a WSL é recente. Entretanto, a instituição já coleciona problemas e já cria algumas alterações. No próximo texto, destacaremos os protagonistas e os problemas que a organização enfrenta hoje. Afinal, você sabe que tudo sobre surfe você acompanha aqui no Yahoo!


 

Reações

Leia também