Update privacy choices
Esportes

Presidente do Cerro Porteño ataca jogadores do Palmeiras: “Pareciam drogados”

Yahoo Esportes

Pela primeira vez, desde a queda na Libertadores, o presidente do Cerro Porteño, Juan José Zapag, falou sobre o duelo contra o Palmeiras que foi recheado de polêmica e três cartões vermelhos.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Sem papas na língua, o dirigente do Ciclón disparou contra a equipe brasileira à rádio 1080 AM e deu destaque a atitude do atacante Deyverson, que ficou descontrolado após receber uma falta na intermediária e vibrar com a torcida.

“O rival não quis jogar. Amarrou o jogo como quis e o árbitro foi passivo ao assistir sem tomar nenhuma atitude. Os jogadores do Palmeiras pareciam possuídos, drogados, não deu para entender o motivo disso acontecer, pois se trata de uma das maiores equipes da América”.

Leia mais:
– Dono do maior ticket médio do Brasil, Verdão terá trinca essencial no Allianz
 Champions League: os favoritos e craques de cada grupo!
– Confiança e inteligência: os primeiros meses de Vinicius Jr na Espanha

“O Deyverson entrou completamente louco, parecia um personagem de circo, um palhaço. Festejaram a vaga como se tivessem passado por cima de nós”, completou.

Vale lembrar que, no jogo de ida, o Palmeiras venceu por 2 a 0 e na volta, após a expulsão de Felipe Melo, o Verdão ficou na defesa e deixou o Ciclón pressionar. No fim, a vitória de 1 a 0 foi insuficiente para o time do Paraguai avançar no torneio.

 

Reações

Leia também