Alison 'Piu' é prata na Hungria e mostra que pode correr também 400m rasos

UOL/FOLHAPRESS - Alison 'Piu' dos Santos foi aprovado nesta segunda-feira (8) no evento que escalou como um teste para futuramente correr os 400m rasos. Competindo contra alguns dos melhores do mundo, e ainda cansado de ter disputado e vencido uma etapa da Diamond League no sábado, ele foi segundo colocado no Grand Prix da Hungria, disputado em Szekesfehervar.

Piu não costuma correr os 400m rasos, apenas a versão com barreiras, mas se arriscou na prova pela segunda vez na temporada. Na primeira, nos EUA, em abril ele fez o tempo de 44s54, assumindo o segundo lugar do ranking nacional de todos os tempos. Hoje, marcou 45s11, que é a segunda melhor apresentação de um brasileiro de 2015 para cá — perde só para a dele em abril.

Desacostumado com essa prova, Piu entrou na reta de chegada em primeiro lugar na Hungria, mas acabou perdendo velocidade e terminou em segundo, atrás do norte-americano Vernon Norwood, que fez 44s96. Com 45s11, Piu teria sido sexto colocado no Mundial de Atletismo, pouco atrás do também americano Champion Allison, que foi quarto no Mundial e sexto hoje. Em terceiro chegou Michael Cherry, sexto do ranking mundial.

O problema para Piu é que a World Athletics não entende que os 400m e os 400m com barreiras sejam provas do mesmo grupo. Logo, que possam ser corridas pelos mesmos atletas, e marcou elas para acontecerem nas mesmas datas em Paris. No mesmo dia, Piu teria que disputar a semifinal de uma e a final da outra. Por enquanto, isso está fora dos planos.