Alexandre Pássaro revela ter emprestado dinheiro ao Vasco

Pássaro passou pelo Vasco em 2021 - Reprodução/Vasco TV


Novo milionário do futebol brasileiro, o Vasco convivia com graves problemas financeiros há pouco tempo. Em entrevista ao "Reis da Resenha", da Jovem Pan Esportes, Alexandre Pássaro, ex-executivo de futebol Gigante da Colina, revelou ter emprestado dinheiro ao Cruz-Maltino durante sua passagem pelo clube em 2021.

- Quando eu saio do Vasco, tinha quatro meses de salário atrasado e R$ 75 mil que eu emprestei pro Vasco. O Vasco não pagava o Inter, tinha uma dívida pelo Sarrafiore. O Sarrafiore não recebia, estava fazendo cirurgia de ligamento cruzado. Me senti numa culpa e olhei o contrato, vi o CNPJ do Inter e pensei se era o pix do Inter. Digitei e foi, R$ 75 mil. Mandei porque não tinha condições de pagar. Aí me ligaram do Inter, perguntaram "você tá maluco?". Um dia eu recebo disso. Confio no presidente. Mas era assim - afirmou Pássaro, antes de completar:

- Teve um jogo que não tinha a fita que os jogadores usam, a nova atadura. Não tinha. Teve um jogo já pro final que não tinha e chegou um motoqueiro uma hora antes do jogo. Muita coisa a gente conseguiu melhorar, assim como os que passaram antes. Cada um dava um passo. Mas era uma coisa muito complicada.

Alexandre Pássaro também falou sobre uma taxa que era cobrada de uma agência de viagem ligada a um conselheiro do clube. O ex-dirigente, no entanto, não revelou o nome da pessoal. Segundo ele, a empresa cobrava uma tava supervalorizada.

- Na primeira viagem, pra Goiânia, ficou R$ 200 mil. Ia assinar a nota e tinha "+ 16%". Perguntei o que era. Era da agência de viagem. No São Paulo tinha um funcionário que fazia a logística. Até tinha uma agência, mas ela cobrava da companhia, não do clube. Falaram "isso aqui já existe, é ligada a empresa do conselheiro". E o Vasco não tem dinheiro, não temos R$ 200 mil. A empresa bota na frente, a gente viaja e um dia a gente paga. Fecha o mês e paga. Estão nos emprestando dinheiro a 16% ao mês. No banco é no ano. Falei "avisa que foi a última". Eu sou assim - disse Pássaro, que revelou ter sido criticado pelo dono da agência.

- Um dia numa derrota veio o gerente e mostrou no instagram o comentário mais curtido era do dono da empresa. Essa é a diferença no Vasco. O cara tá ali, na comida, na base. Como o Vasco era um clube sem dinheiro, as pessoas eram "deixa que eu empresto". Isso se confundia muito. O presidente estava pagando coisa de 20 anos atrás - finalizou o dirigente.

Alexandre Pássaro passou pelo Vasco em 2021, no início da gestão do presidente Jorge Salgado. Ele deixou o clube após o time não conseguiu o acesso para a Série A e ficar na Série B por mais uma temporada.