Alex Teixeira marca dois no fim, Vasco vira para cima do Operário-PR e segue no G4 da Série B

Vasco conquista vitória importante fora de casa e segue no G4 na Série B (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


Com dois gols de Alex Teixeira no fim, o Vasco venceu o Operário por 3 a 2 no Germano Krüger, pela 33ª rodada da Série B. Reina e Paulo Victor marcaram para os donos da casa, enquanto Bruno Tubarão e o camisa 7 viraram para os cariocas. Com o resultado, o Cruz-Maltino soma 52 pontos e segue no G4 da competição nacional. O Fantasma permanece com 32, na zona de rebaixamento.

O próximo compromisso do Gigante da Colina será contra o Novorizontino, no sábado, às 18h30, em São Januário. Já a equipe paranaense encara a Chapecoense, na Arena Condá, também no sábado, dia 8, às 11h.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


INÍCIO MORNO

Desde o início, os donos da casa encontraram muito espaço no lado esquerdo e por lá levaram perigo. Fabiano ergueu a cabeça e cruzou na área para Paulo Victor, mas Danilo Boza impediu a finalização. Na sequência, o Vasco teve a sua primeira chance com Figueiredo, que arriscou de muito longe, mas sem direção.

FALHA DEFENSIVA

Em um lance despretensioso, o atacante Felipe Garcia passou por Anderson Conceição e cruzou para Javier Reina, sozinho, estufar a rede vascaína. Após o gol do Operário, os visitantes foram ao ataque na busca pelo empate. Edimar cobrou lateral na área, e Raniel finalizou para Simão espalmar para fora.

FANTASMA ASSUSTA

Desorganizado e apático, o Cruz-Maltino não conseguia incomodar o adversário e levar perigo ao gol de Simão. No primeiro tempo foram muitos erros de passe e sem qualquer poder de reação. Diante disso, o Operário (PR) por pouco não ampliou o placar com Giovanni Pavani. Reina cobrou escanteio, e o camisa 11, praticamente sozinho, chutou em cima de Thiago Rodrigues. No rebote, Figueiredo salvou e afastou o perigo.

CRUZ-MALTINO REAGE

Na volta do intervalo, Jorginho colocou em campo Marlon Gomes e Alex Teixeira. Apesar dos erros de passe em profusão, o Vasco foi mais ativo no início do segundo tempo e assustou à meta alvinegra. Andrey Santos arriscou de longe no canto direito e obrigou Simão a fazer uma grande defesa.

ANDOU NA PRANCHA

Em outra boa chegada, Andrey tocou para Eguinaldo arriscar de longe para uma defesaça do goleiro do Operário. Na sequência, Bruno Tubarão cobrou escanteio, que causou um bate rebate na área. A bola acabou voltando para o próprio atacante, que acertou um belo chute no canto para deixar tudo igual. Na sequência, Alex Teixeira avançou pela esquerda e rolou para Bruno Tubarão finalizar para fora.

OPERÁRIO NA FRENTE

Com sucessivas faltas na entrada da área, o Operário (PR) aproveitou para marcar o segundo. Javier Reina cobrou falta, e Thiago Rodrigues espalmou de maneira atabalhoada. A bola sobrou limpa para Paulo Victor finalizar em direção ao fundo da meta cruz-maltina.

CAMISA 7 SALVA

No fim, o Vasco foi com tudo na busca pelo empate e conseguiu estufar a rede. Depois de um cruzamento, Alex Teixeira apareceu bem e finalizou para deixar tudo igual novamente. No último lance do jogo, Alex Teixeira voltou a ficar sozinho na área, após cruzamento de Gabriel Pec, e marcou o gol da vitória. O Vasco segue no G4 graças a uma vitória no fim.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO-PR 2X3 VASCO

Local:
Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)
Data e hora: 04/10/2022, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (RS-FIFA)
Cartões Amarelos: Simão (OPE) / Léo Matos, Bruno Tubarão e Alex Teixeira (VAS)
Cartões Vermelhos:
-

Gols: Javier Reina (14'/1T) (1-0) / Bruno Tubarão (18'/2T) (1-1) / Paulo Victor (29'/2T) (2-1) / Alex Teixeira (44'/2T) (2-2) / Alex Teixeira (49'/2T) (2-3)

OPERÁRIO (Técnico: Matheus Costa)

Simão; Arnaldo, Dirceu, Reniê e Fabiano; Ricardinho (Rafael Chorão 36'/2T), Fernando Neto, Javier Reina (Pablo 41'/2T); Paulo Victor (Lucas Mendes 35'/2T), Giovanni Pavani (Júnior Brandão 19'/2T) e Felipe Garcia.

VASCO (Técnico: Jorginho)

Thiago Rodrigues; Léo Matos (Bruno Tubarão 15'/2T), Anderson Conceição, Danilo Boza, Edimar; Zé Gabriel (Marlon Gomes - intervalo), Andrey Santos, Nenê (Alex Teixeira - intervalo); Figueiredo, Eguinaldo (Gabriel Pec 32'/2T) e Raniel (Erick 32'/2T).