Alcaraz pode se tornar o número 1 mais jovem da história do tênis

COREY SIPKIN / AFP


O espanhol Carlos Alcaraz, atual quarto do mundo, vai buscar, neste domingo, se tornar o número 1 mais jovem da história do tênis. Ele precisa vencer o norueguês Casper Ruud, sétimo colocado, na final do US Open.

Até hoje, o mais jovem a assumir o topo foi o australiano Lleyton Hewitt, com 20 anos e oito meses. Alcaraz vai ter até fevereiro de 2024 para buscar o feito caso não consiga neste final de semana.

Carlos Alcaraz segue batendo marcas precoces e se tornou o segundo mais jovem na história na decisão do US Open. Ele bateu o americano Frances Tiafoe na semifinal.

O espanhol de 19 anos e quatro meses só fica atrás do americano Pete Sampras que atingiu a decisão aos 19 anos e 28 dias em 1990.