Alcaraz avança após lesão de Baez no Aberto dos EUA

O espanhol Carlos Alcaraz no jogo contra Sebastian Baez no segundo dia do Torneio Aberto dos EUA de 2022. Crédito: Robert Deutsch-USA TODAY Sports

NOVA YORK (Reuters) - O terceiro cabeça-de-chave Carlos Alcaraz avançou à segunda rodada do Aberto dos Estados Unidos nesta terça-feira, depois que uma lesão forçou a desistência de seu adversário, o argentino Sebastian Baez, no momento em que o espanhol vencia a partida por parciais de 7-5, 7-5 e 2-0 no Arthur Ashe Stadium.

A dupla empatou no primeiro set, com Alcaraz, de 19 anos, conseguindo a quebra de saque no último game, antes que as condições quentes e úmidas testassem a resistência dos dois adversários no segundo set.

Alcaraz, que se tornou o homem mais jovem a chegar às quartas-de-final em Flushing Meadows um ano atrás, não estava em sua melhor forma, e cometeu 28 erros não forçados no set, que durou 84 minutos, trocando pausas com Baez por duas vezes antes de ganhar o decisivo game final.

Baez recebeu atendimento de um fisioterapeuta, que cuidou de sua perna esquerda antes do início do terceiro set, mas não conseguiu continuar, segurando sua coxa após Alcaraz acertar um forehand vencedor no segundo game.

"Acho que ambos os jogadores e todos vocês não merecem (um fim) como este", disse Alcaraz ao público após a partida. "Sebastian é um grande jogador, ele luta até a última bola."

Após chegar às quartas-de-final em Roland-Garros, Alcaraz está entre os favoritos ao último título de Grand Slam do ano, depois de conquistar títulos em Miami e Madri, e estava claramente saboreando seu retorno a Nova York.

"Eu lembro do ano passado, foi um dos melhores momentos da minha vida," disse. "Um ano depois, ser o número quatro no mundo é algo especial para mim."

(Reportagem de Amy Tennery em Nova York)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS PB