Alívio na pressão sobre o time do Vasco faz a reestreia de Alex Teixeira mudar de contexto

Alex Teixeira voltou ao Vasco, clube no qual foi formado (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


O retorno de Alex Teixeira ao Vasco causou enorme e justificada alegria na torcida, no time e no departamento de futebol como um todo. O problema é que, em meio à negociação e à apresentação do meia-atacante, o time entrou em crise. Aparentemente saiu, e o reforço poderá entrar em campo para acrescentar, não para salvar o time. A partir deste domingo, contra a Chapecoense.

+ 40 anos da Tragédia do Sarriá: lembre seleções históricas que não levantaram taças

A vitória - e como ela se deu - dificultou a seleção de quem sairá do time. Ou seja, diminuiu a necessidade de Alex já ser titular neste domingo. A tendência é que ele entre no segundo tempo, na vaga e no contexto que a partida oferecerem. O próprio técnico Emílio Faro admitiu, após o jogo de quinta-feira, que não havia uma pré-determinação anterior.

- Temos, dentro do nosso grupo, reuniões constantes. Está marcada para amanhã (sexta-feira) uma reunião dos setores do clube para definir. Domingo você vai saber quanto tempo ele jogou. A definição disso tudo é amanhã. Uma conversa com ele próprio, inclusive. É um jogador diferenciado e, sendo diferenciado, cabe em qualquer posição. Vamos conversar, fazer a coisa certinha, sabendo que ele é o nosso "plus" - explicou Emílio, numa alusão à expressão em inglês "a mais".

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Alex Teixeira, portanto, é um acréscimo. Não o salvador. O Vasco pode entender assim.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos