Advogados de Griner dizem a tribunal russo que ela recebeu prescrição de cannabis medicinal

Brittney Griner é escoltada antes de audiência em tribunal

KHIMKI, Rússia (Reuters) - Advogados que defendem a jogadora de basquete norte-americana Brittney Griner disseram a um tribunal russo nesta sexta-feira que ela recebeu prescrição de cannabis medicinal nos Estados Unidos para uma lesão crônica, relatou um jornalista da Reuters no tribunal.

Griner se declarou culpada de acusações de drogas que levam a uma pena de prisão de até 10 anos depois que ela foi detida em um aeroporto de Moscou em fevereiro carregando cartuchos de óleo de cannabis.

A estrela da WNBA apareceu no tribunal vestindo uma camiseta do Nirvana nesta sexta para a quarta audiência no julgamento. Ela disse que não pretendia violar a lei, e o presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou que os Estados Unidos estão fazendo tudo o que podem para garantir sua libertação.

O Kremlin minimizou a ideia de uma troca de prisioneiros, dizendo que é prematuro discutir a possibilidade de trocar Griner, duas vezes medalhista de ouro olímpico, por um russo preso nos Estados Unidos.

A equipe de defesa de Griner apresentou documentos nesta sexta argumentando que ela "inadvertidamente" levou os cartuchos para a Rússia e teve uma permissão emitida no Estado do Arizona para uso de cannabis medicinal.

"A defesa hoje forneceu provas escritas, incluindo documentos médicos e declarações fiscais", disse à Reuters a advogada de Griner, Maria Blagovolina, sócia da Rybalkin, Gortsunyan, Dyakin and Partners.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos