Adryelson faz jogo 'quase perfeito' em vitória do Botafogo pelo Brasileirão


O Botafogo alcançou o terceiro jogo seguido sem levar gol no Brasileirão, algo inédito para Luís Castro desde que chegou ao clube. A vitória por 1 a 0 sobre o Goiás teve Jeffinho e Del Piage como protagonistas no lance do gol, mas passa muito pela atuação de Adryelson lá na defesa.

+ Marçal, do Botafogo, se vê com potencial de ser convocado: 'Eu faria a Seleção Brasileira jogar melhor'

O camisa 34 teve um desempenho "quase perfeito" e por pouco não saiu da Serrinha sem errar literalmente nenhum aspecto defensivo dentro de campo.

Foram dois duelos no chão vencidos, um aproveitamento perfeito neste quesito, e 14 de 16 duelos aéreos superados. Ou seja, Adryelson foi vencido apenas duas vezes em todo o jogo por atletas do Goiás - ambas as ocasiões, vale ressaltar, foram em situações de ataque para o Glorioso. Ou seja, ele literalmente não comprometeu em lances defensivos.

Além disso, ele também somou a atuação com oito cortes, um chute bloqueado, duas interceptações e um desarme. Os dados são do "SofaScore".

+ Botafogo quebra longo tabu e Luís Castro deixa outra marca para trás

- Há um maior conhecimento dos jogadores. Existe uma maior capacidade em deixar o bloco mais curto e pressionar os jogadores na frente, não deixando as bolas chegarem tão limpas. A arte de defender é tão arte quanto atacar. Defender é muito mais difícil do que atacar. Nos últimos jogos, não temos sofrido gols e isso é um grande trabalho dos meus jogadores - afirmou Luís Castro, em entrevista coletiva após o jogo, exaltando a defesa.

Adryelson foi uma das contratações do Glorioso na segunda janela de transferências e rapidamente assumiu a titularidade. Sem poder com Cuesta, suspenso, contra o Palmeiras, na próxima segunda-feira, o defensor de 24 anos terá um teste de fogo para provar se possui capacidade para ser um líder defensivo.