Acertado com o Santos, Diego Pituca busca liberação do Kashima Antlers

Diego Pituca estava na mira do Santos, mas Kashima não aceitou a liberação (Divulgação)


O Santos chegou a um princípio de acordo com o volante Diego Pituca, do Kashima Antlers. O empresário do atleta, Adalberto Almeida, está no Japão para tentar negociar uma liberação e encaminhar o retorno do ex-camisa 21 para o time da Vila. A informação inicial é da TV Cultura Litoral.

+ Veja crias do seu time que já passaram dos 30 e poderiam voltar

Pituca nunca escondeu que seu desejo era retornar ao Peixe. As conversas com o jogador começaram ainda com o antigo executivo de futebol, Edu Dracena, e duraram pouco para serem concluídas. O jogador estava desde o início aberto ao seu retorno e não viu a questão financeira como problema.

Com contrato até o final de 2023, o volante está insatisfeito com alguns fatores no futebol japonês. Pela Copa Imperador, nesta quarta-feira (13), o jogador foi titular e marcou um dos gols da vitória do Kashima Antlers por 2 a 0 contra o Gamba Osaka.

Diego Pituca foi negociado com o Kashima Antlers por US$ 1,6 milhão (cerca de R$ 8,2 milhões). Ela foi concretizada pelo presidente Andrés Rueda, em 2021. Torcedor declarado do Peixe, Pituca chegou ao clube em 2017, vindo jogar na equipe B. Foi promovido, virou titular e um dos ídolos da torcida. Com a camisa santista foram 155 jogos e oito gols.

Em entrevista recente ao Canal do Diário do Peixe no Youtube, o jogador não escondeu seu interesse em retornar ao Peixe.

- Quero voltar ao Santos, mas não para aposentar. As pessoas falam de aposentar e ir para o Santos velho, mas não. Eu quero voltar para o Santos bem, não adianta voltar e estar mal. Quero voltar ao Santos para conseguir títulos, construir mais história. Esse é o meu objetivo- afirmou Pituca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos