Abu Dhabi Grand Slam Rio: 1º dia coroa os melhores da divisão Masters

Primeiro dia foi reservado aos masters (Foto: Marcell Fagundes/AJP)


A temporada 2022/2023 do Abu Dhabi Grand Slam Tour já começou! O 1º dia da ADGS Rio aconteceu nesta sexta-feira, 29 de julho de 2022, na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico. Centenas de atletas da divisão masters subiram aos tatames para um emocionante primeiro de três dias de emoções.

No final do dia, os campeões foram coroados nas faixas roxa, marrom e preta, do Master 1 ao Master 4. O público nas arquibancadas e todos os que assistiam ao vivo na ajptour.tv foram brindados com lutas emocionantes durante todo o dia.

Os competidores deram o seu melhor em cada luta em busca da glória suprema de se tornar um campeão do ADGS Rio e ainda somar 3.000 pontos no ranking da AJP. Aqui estão os campeões em cada divisão.

Master 1 Faixa-Preta

O destaque do Dia 1 da Arena Carioca 1 foi a divisão Master 1 faixa-preta masculina e Master 1 faixa Marrom/Preta feminina. Ao longo do dia, grandes nomes competiram em busca da medalha de ouro. Veja como cada divisão de peso se desenrolou.

Masculino

Pluma (-56kg) – Cássio Monteiro teve que lutar três vezes para garantir a medalha de ouro. Ele primeiro venceu José Robson por 4 a 0, depois venceu Jorge Nakamura por 6 a 5 em uma luta acirrada. A final foi contra Domingos Sávio e um estrangulamento pelas costas valeu a medalha de ouro para Cássio.

PÓDIO

1º – Cássio Monteiro (Brasil)

2º – Domingos Sávio (Brasil)

3º – José Robson (Brasil)

Pena (-62kg) – Um dos competidores mais bem sucedidos do circuito, Gabriel Moraes venceu de novo em três lutas. Ele vbateu Andrey Andrade por 12 a 0 e enfrentou Ivaniel Oliveira na semifinal. Um 2 a 0 levou Gabriel à final. A medalha de ouro veio em um confronto difícil com Douglas Silva, onde uma vantagem de 2 a 0 significava vitória.

PÓDIO

1º – Gabriel Moraes (Brasil)

2º – Douglas Silva (Brasil)

3º – Diego Kalil (Brasil)

Leve (-69kg) – Em uma chave lotada com 13 atletas, Rafael Mansur precisou de três lutas para garantir a medalha de ouro. Ele derrotou primeiro Douglas Duarte por 1 a 0 e depois finalizou Rafael Costa. Na final, uma vantagem de 5 a 2 sobre o sempre competitivo Thiago Marques fez com que Rafael pudesse comemorar o título.

PÓDIO

1º – Rafael Mansur (Brasil)

2º – Thiago Marques (Brasil)

3º – João Ribeiro (Brasil)

Meio-médio (-77kg) – Com 17 homens na chave, Adriano Araujo sabia que tinha uma tarefa difícil pela frente. Apesar disso, ele chegou à medalha de ouro em quatro lutas. Ele estreou com uma vitória por 7 a 0 sobre André Souza e seguiu em frente para vencer Sandro Viera pelo último ponto no empate por 2 a 2. Na semifinal, Adriano superou Pedro Neto também por marcar o último ponto no empate por 5 a 5. A final colocou Caio Cipriano no caminho de Adriano e uma vantagem apertada de 5-4 significou a vitória.

PÓDIO

1º – Adriano Araújo (Brasil)

2º – Caio Cipriano (Brasil)

3º – Pedro Neto (Brasil)

Médio (-85kg) – Fernando Rocha teve que superar uma maratona na chave composta por 21 competidores. Ele fez isso em quatro lutas. Primeiro venceu Sandro Testa por 8 a 0, depois finalizou Mariano Bezerra. Na semifinal, Rocha também finalizou o argentino Franco Marini. O último obstáculo foi contra Luan Alves, onde uma atuação imponente significou uma vantagem de 6 a 1 e a medalha de ouro.

PÓDIO

1º – Fernando Rocha (Brasil)

2º – Luan Alves (Brasil)

3º – Fabrício Araujo (Brasil)

Meio-pesado (-94kg) – Imagine ter que vencer quatro monstros seguidos. Assim foi o dia de Eduardo Inojosa nesta sexta-feira. A caminho do ouro, venceu Victor Bonfim por 1 a 0, venceu Cauê Rodrigues por 8 a 0 e derrotou Ives Sacramento por 2 a 0. A final foi ainda mais difícil, mas Inojosa conseguiu uma vantagem de 1 a 0 sobre Marcelo Oliveira para se sagrar campeão.

PÓDIO

1º – Eduardo Inojosa (Brasil)

2º – Marcelo Oliveira (Brasil)

3º – Diogo Nascimento (Brasil)

Super-pesado (-120kg) - Igor Silva é sempre o favorito do público. No Rio, voltou a agradar o povo nas arquibancadas com três lutas. Venceu Alex Soares na decisão dos juízes, venceu Thiago dos Santos por 7 a 0 e chegou à final. A medalha de ouro veio com um belo armlock em Felipe Bezerra.

PÓDIO

1º – Igor Silva (Brasil)

2º – Felipe Bezerra (Brasil)

3º – Thiago dos Santos (Brasil)

Feminino

Galo (-49kg) – Na chave de três atletas, a brasileira Tatiana Silva lutou duas vezes para levar o ouro para casa. Ela venceu primeiro a colombiana Sandra Rueda e depois finalizou Daiana Barcellos, também do Brasil por finalização para garantir o título.

PÓDIO

1º – Tatiana Silva (Brasil)

2º – Sandra Rueda (Colômbia)

3º – Daiana Barcellos (Brasil)

Pena (-55kg) – Também na chave de três, Eloise Coldibeli venceu Francisca da Silva por 3 a 2 e Adriana Sakihara por 5 a 1. Com esses dois triunfos, Eloise tornou-se medalhista de ouro do ADGS Rio.

PÓDIO

1º – Eloise Coldibeli (Brasil)

2º – Francisca da Silva (Brasil)

3º – Adriana Sakihara (Brasil)

Leve (-62kg) – Andrea Cerdeira veio, lutou e venceu. Ela venceu Lucianne Guimarães por 9 a 2 e depois Carolina Bonfada 4-0 para garantir a medalha de ouro.

PÓDIO

1º – Andrea Cerdeira (Brasil)

2º – Carolina Bonfada (Brasil)

3º – Lucianne Guimarães (Brasil)

Médio (-70kg) – Com duas competidoras na chave, Adriane Cesário bateu Joana Santana duas vezes para garantir a medalha de ouro. Primeiro Cesário conseguiu vantagem de 3-2 e na segunda luta venceu Santana por 2-1.

PÓDIO

1º – Adriane Cesário (Brasil)

2º – Joana Santana (Brasil)

Pesado (-95kg) – Carina Santi venceu Luiza Ferreira duas vezes e levou o título para casa. Ela finalizou sua adversária duas vezes e garantiu merecidamente a medalha de ouro.

PÓDIO

1º – Carina Santi (Brasil)

2º – Luiza Ferreira (Brasil)

Os campeões da faixa-preta merecem a glória

A faixa-preta também foi emocionante para os fãs de Jiu Jitsu nas categorias Master 2, 3 e 4. Lutadores experientes deram tudo pela honra de pisar no degrau mais alto do pódio. Aqui estão aqueles que conseguiram.

Master 2 Faixa-Preta

Masculino

Pena (-62kg) – Victor Toledo (Brasil)

Leve (-69kg) – Marcus Gonçalves (Brasil)

Meio-médio (-77kg) – Diego Ferreira (Brasil)

Médio (-85kg) – Diogo Silva (Brasil)

Meio-pesado (-94kg) – Fabrício Silva (Brasil)

Super-pesado (-120kg) – André Lobato (Brasil)

Master 3 Faixa-Preta

Masculino

Leve (-69kg) – Joanatas Dantas (Brasil)

Meio-médio (-77kg) – Clayton Fernandes (Brasil)

Peso médio (-85kg) – Marcelo Santos (Brasil)

Meio-pesado (-94kg) – Diego de Santana (Brasil)

Super-pesado (-120kg) – Hugo Oliveira (Brasil)

Master 4 Faixa-Preta

Masculino

Peso leve (-69kg) – Rafael Simões (Brasil)

Meio-médio (-77kg) – Hermes França (Brasil)

Peso médio (-85kg) – Renato Sousa (Brasil)

Super-pesado (-120kg) – Cesar Tozi (Brasil)

Dia 2 do ADGS Rio traz a Divisão Profissional para os tatames

O Abu Dhabi Grand Slam Tour Rio retorna neste sábado, 30 de julho, para o Dia 2. Será a vez da Divisão Profissional. Os melhores faixas-roxas e os melhores faixas-marrons do mundo vão disputar as medalhas de ouro. Clique aqui para os resultados completos do dia 1. Assista a todas as lutas ao vivo em ajptour.tv. Acompanhe a cobertura completa em nosso Instagram.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos