Abu Dhabi Grand Slam Miami: Saiba quem foram os campeões

Gabi Pessanha foi o destaque na divisão dos pesados (Foto: Divulgação)


O segundo evento da temporada 2022/2023 do Abu Dhabi Grand Slam terminou neste domingo, 28 de agosto de 2022, em Miami, Flórida. A elite da Divisão Profissional dirigiu-se ao Watsco Center, em Coral Gables.

Desde às 11h, horário local, a torcida nas arquibancadas e todos os que assistiam em casa foram brindados com o mais alto nível do Jiu Jitsu. Atletas na faixa-roxa, na faixa-marrom e principalmente na faixa-preta deram os seus melhores nos tatames em busca das medalhas de ouro e dos 2000 pontos no ranking da AJP.

O ADGS Miami recebeu alguns dos competidores mais bem sucedidos do Jiu Jitsu da atualidade. Como é habitual, a AJP teve a honra de proporcionar a todos os atletas um ambiente seguro, saudável e justo que lhes permitiu atingir o máximo potencial. O segundo dia do ADGS Miami teve mais uma vez a presença VIP de Sua Excelência Omar Mohamed Karmastaji, Vice-Presidente de Serviços Gerais do Grupo ADNOC. O Sr. Omar presenteou os medalhistas com suas merecidas medalhas.

Emocionado, Israel Almeida comemorou o título na categoria até 69kg da faixa-preta profissional: "Eu consegui realizar o meu sonho porque não desisti! Deixo o meu conselho para todos que querem vencer. Nunca desistam! Busquem seus sonhos sempre!" Veja como cada classe de peso na divisão profissional de faixa preta para homens e na divisão profissional de faixa marrom/faixa para mulheres se desenrolou. Celebre também os campeões na faixa-marrom e na faixa-roxa.

Divisão Profissional

Faixa-preta masculina

Pluma (-56kg) – Zayed Alkatheeri, do UAE, chegou à final com uma vitória por 7 a 4 sobre o americano Justin Ordinario. Do outro lado, o mexicano Frank Cespedes venceu Italo Frota por finalização. Na final, Alkatheeri saiu na frente por 1 a 0. Frank tentou um armlock e virou o placar para 3-1. Zayed não desistiu e empatou em 5 a 5 no final para levar a medalha de ouro por pontuar por último na luta.

PÓDIO

1º – Zayed Alkatheeri (EAU)

2º – Frank Cespedes (México)

3º – Ítalo Frota (Brasil)

Pena (-62kg) - Duas lutas para cada finalista. Carlos Silva venceu Faris Kashmeeri, da Arábia Saudita, por finalização, e Omar Alfadhli, dos EAU, por 4 a 2 para chegar à final. Do outro lado, Hiago George finalizou o americano Michael Alvarez e venceu o japonês Shoya Ishiguro por 2 a 0. Na final, os dois lutadores foram cautelosos e nenhum ponto foi marcado nos cinco minutos do tempo regulamentar. Após o minuto extra, Hiago levou a medalha de ouro por decisão do árbitro.

PÓDIO

1º – Hiago George (Brasil)

2º – Carlos Silva (Brasil)

3º – Sebastian Serpa (EUA)

Leve (-69kg) – Meyran Alves chegou à final em duas lutas. Finalizou Danilo Moreira e venceu Alex Sodré por 7 a 0. Israel Almeida finalizou Thiago Almeida e venceu Pablo Lavaselli por 2 a 0, a caminho da final. Na disputa pela medalha de ouro, Meyran começou com intensidade, mas Israel conseguiu segurar a jovem promessa do jiu jitsu. Na metade da luta, o placar ainda estava em 0 a 0. Meyran tentou passar a guarda no minuto final, enquanto Israel trabalhava suas raspagens. Os cinco minutos do tempo regulamentar acabaram sem pontuação. No minuto extra, Meyran acelerou por cima, mas ainda não conseguiu garantir um ponto. Israel Almeida levou a medalha de ouro por decisão dos árbitros.

PÓDIO

1º – Israel Almeida (Brasil)

2º – Meyran Alves (Brasil)

3º – Alex Sodré (Brasil)

Meio-médio (77kg) – Lucas Lima percorreu longo caminho até a final. Venceu Cesar Miyahira por 3 a 0, venceu Vinícius Barbosa por 4 a 2 e venceu Sebastian Guevara, do Equador, por 7 a 4. Do outro lado, Johnatha Alves finalizou Vinicius Reis e venceu o australiano Levi Jones-Leary por 2 a 0, para enfrentar Lima na final. Johnatha começou a disputa da medalha de ouro por baixo, enquanto Lucas trabalhou a passagem de guarda. Perto da marca dos dois minutos, Johnatha conseguiu a raspagem para abrir vantagem de 2-0. Já por cima, Johnatha trabalhou a passagem de guarda e somou mais dois pontos com vantagens. Com o tempo se esgotando, Lucas não conseguiu reverter a vantagem de 4 a 0 e Johnatha comemorou o título.

PÓDIO

1º – Johnatha Alves (Brasil)

2º – Lucas Lima (Brasil)

3º – Sebastião Guevara (Equador)

Médio (-85kg) – Ronaldo Junior lutou duas vezes até a final. Ele venceu Enderson Almeida por 1 a 0 e depois repetiu o placar contra Carlos Neto nas semifinais. Manoel Filho finalizou o uruguaio Fausto Godoy e depois venceu Marcos Tinoco por 4 a 0 nas semifinais. Na disputa da medalha de ouro, Ronaldo Junior puxou para a guarda após tentar derrubar o oponente. Ronaldo precisou de metade da luta para raspar Manoel Filho e abrir o placar por 2 a 0. Por cima, Ronaldo ampliou a vantagem para 5-0, com vantagens. Manoel marcou seus dois primeiros pontos com uma raspagem nos minutos finais. Mesmo assim, Ronaldo manteve o controle da luta e venceu com uma vantagem de 8 a 3, depois de escapar de uma perigosa chave de pé nos segundos finais.

PÓDIO

1º – Ronaldo Júnior (Brasil)

2º – Manoel Filho (Brasil)

3º – Enderson Almeida (Brasil)

Meio-pesado (-94kg) – Não foi fácil chegar à final para Davi Cabral. Ele venceu Victor Lima por finalização e finalizou Eduardo Inojosa. Na semifinal, mais uma finalização, desta vez sobre Lucas Lisboa. Fellipe Silva teve quase o mesmo desempenho. Ele finalizou Christopher Passerello, derrotou Gabriel Almeida por 2 a 0 e finalizou Matheus Godoy. Na final, Fellipe Silva saiu na frente por 2 a 0 com uma raspagem e deixou Davi Cabral desconfortável. Na metade da luta, Fellipe abriu 3 a 0 e se manteve na liderança. Perto do minuto final, Davi conseguiu uma raspagem para marcar dois pontos, mas não foi suficiente, pois o tempo acabou com uma vantagem de 3 a 2 para Fellipe.

PÓDIO

1º – Fellipe Silva (Brasil)

2º – Davi Cabral (Brasil)

3º – André Porfírio Brasil)

Superpesado (-120kg) – Wallace Costa lutou uma vez para chegar à final. Ele venceu Vinicius Gazola por 1 a 0. Seu adversário na final seria Roosevelt Sousa, que finalizou Ricardo Evangelista e também Herico Pinto. Na final, Roosevelt começou fazendo guarda, enquanto Wallace tentava encontrar uma maneira de passar. Na metade do tempo, o placar seguia 0 a 0 e assim permaneceu até o final. No minuto extra, Roosevelt conseguiu uma queda próxima para marcar o ponto decisivo e vencer por 1 a 0.

PÓDIO

1º – Roosevelt Sousa (Brasil)

2º – Wallace Costa (Brasil)

3º – Herico Pinto (Brasil)

Faixa Marrom/Preta Feminina

Galo (-49kg) – Brenda Larissa chegou à final com vitória por 2 a 0 sobre Rawanna Da Silva. Sua adversária seria Thamires Aquino, que venceu Maria Ono por 5 a 4 na outra semifinal. Na disputa pela medalha de ouro, Brenda fez uma blitz logo no início para quase passar a guarda e pegar as costas, o que significou uma vantagem de 3 a 0. Thamires lutou muito para empatar, mas Brenda conseguiu segurar a vantagem de 3 a 2 e conquistar a medalha de ouro.

PÓDIO

1º – Brenda Larissa (Brasil)

2º – Thamires Aquino (Brasil)

3º – Maria Ono (Brasil)

Pluma (-55kg) – Ana Rodrigues venceu a holandesa Rose El Sharouni por finalização e chegou à final. Sua adversária seria Amanda Canuto, que finalizou a argentina Eliana Carauni e venceu Gabriela Pereira por 2 a 0. Na disputa pela medalha de ouro, Ana entrou com força total e marcou três pontos logo no primeiro minuto. Faltando metade do tempo, Ana tinha uma vantagem de 5 a 0 e controlava a luta contra Amanda. Ana acabou chegando à montada, mas Amanda foi corajosa e não permitiu a finalização. O placar final foi de 10 a 0 para Ana, o que lhe garantiu o segundo título na temporada 2022/2023.

PÓDIO

1º – Ana Rodrigues (Brasil)

2º – Amanda Canuto (Brasil)

3º – Gabriela Pereira (Brasil)

Leve (-62kg) – Julia Alves venceu Fernanda Figueira por 2 a 0 e Luiara Rochael por 3 a 1 para chegar à final. Suellen de Souza finalizou Maria Silva e Larissa Santos para garantir vaga na final. Na disputa pela medalha de ouro, Julia Alves começou por cima, mas Suellen conseguiu uma raspagem e saiu na frente por 2 a 0. Embaixo, Julia Alves conseguiu uma chave de joelho para garantir o título.

PÓDIO

1º – Julia Alves (Brasil)

2º – Suellen de Souza (Brasil)

3º – Larissa Santos (Brasil)

Médio (-70kg) – Izadora Silva estreou com finalização em Rebecca Lima e depois derrotou Thamara Silva por pontuar por último no empate por 2 a 2. A americana Elizabeth Clay venceu Ingridd Sousa por pontuar por último no empate por 1 a 1 e finalizou Amanda Hening. Na final, Izadora entrou quente e conseguiu uma passagem de guarda para abrir uma vantagem de 4 a 0. Elizabeth não desistiu e conseguiu uma raspagem para fazer dois pontos. Ainda perdendo, a americana trabalhou a passagem de guarda, mas não conseguiu completá-la. Antes que os cinco minutos acabassem, Izadora marcou mais um ponto para vencer por 5 a 2 e se sagrar campeã.

PÓDIO

1º – Izadora Silva (Brasil)

2º – Elizabeth Clay (EUA)

3º – Ingridd Sousa (Brasil)

Pesado (-95kg) – Gabrieli Pessanha lutou uma vez para chegar à final. Ela finalizou a italiana Silvia Scomparin. A adversária de Gabi seria Giovanna Jara, que venceu Larissa Almeida, por 2 a 0. Na final, Gabrieli começou na guarda enquanto Giovanna tentava passar. Giovanna abriu caminho para as costas de Gabi e conseguiu uma vantagem de 4 a 0. Mais tarde, com uma raspagem, Giovanna ampliou a vantagem para 6 a 0 e, depois disso, para 9 a 2. Giovanna manteve o controle até os dois minutos finais, quando Pessanha conseguiu uma passagem de guarda e uma montada e virou o placar para 11 a 9. O minuto final viu Gabrieli manter a posição por cima para vencer.

PÓDIO

1º – Gabrieli Pessanha (Brasil)

2º – Giovanna Jara (Brasil)

3º – Larissa de Almeida (Brasil)

Faixa Marrom Masculino

-56kg – Theyab Alnuaimi (EAU)

-62kg – Nicholas Martinez (EUA)

-69kg – Gabriel Amorim (Brasil)

-77kg – Fabyury Freitas (Brasil)

-85kg – Rui Neto (Brasil)

-94kg – Steffen Banta (EUA)

-120kg – Helder José Junior (Brasil)

Faixa Roxa Masculino

-56kg – Zayed Alshamsi (EAU)

-62kg – Mohammed Alketbi (EAU)

-69kg – Steven Gomez (EUA)

-77kg – Martin Abeal (Argentina)

-85kg – Saeed Alkubaisi (EAU)

-94kg – Abdullha Alkubaisi (EAU)

-120kg – Hazza Mohammed (EAU)

Faixa Roxa Feminino

-49kg – Shamsa Alameri (EAU)

-55kg – Ana da Silva (Brasil)

-62kg – Shamma Alkalbani (EAU)

-70kg – Maiah Yankello (EUA)

-95kg – Laura Schmidlin (EUA)