Abel Ferreira faz mistério sobre substituto de Veiga no Palmeiras e ressalta confiança em Merentiel

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, durante partida do time paulista (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)


O Palmeiras empatou em 2 a 2 com o Red Bull Bragantino neste sábado (3), em partida da 25ª rodada do Brasileirão. Entretanto, o clube também já olha atento para o duelo com o Athletico-PR, pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores, que será disputado na próxima terça.


GALERIA
> Quem ameaça o Palmeiras pelo título do Brasileirão? Redação do LANCE! opina

Para a partida da competição continental, Abel Ferreira não terá o meia Raphael Veiga à disposição, pois o jogador sofreu um entorse no tornozelo no confronto de ida, em Curitiba. O técnico testou alguns atletas para substituí-lo, mas preferiu guardar a escolha final em segredo.

- Vamos esperar para terça-feira. É um jogo importante e terça-feira vocês saberão quem joga. Disse desde o começo do ano que teremos que testar nossos limites físicos. Vamos recuperar bem os jogadores, acredito que temos o time inteiro para escolher aqueles que nos vão garantir o melhor desempenho com a intenção de passar à final - disse o português em entrevista coletiva.

Há oito partidas o treinador não escalava o uruguaio Miguel Merentiel e já chegou a alegar excesso de timidez por parte do atleta como um dos fatores para ele ter poucos minutos. Diante do Bragantino, o centroavante recebeu oportunidade, entrou no segundo tempo e fez o gol de empate do jogo.

- Não é fácil ser treinador ou jogador. Jogador trabalha para esperar e ter oportunidade. Merentiel chegou, se preparou. Temos que dar tempo. Ele sabe que confiamos nele, que eu confio nele. Entrou para ajudar e foi o que fez. Um grande gol, um grande passe do Luan.

- Pra mim o mais importante é, quando o jogador não joga, ele saber que o treinador confia nele. Ele só tem que fazer uma coisa: estar preparado. Eu gosto muito dos jogadores que falam dentro do campo, não daqueles que falam fora. Espero que os jogadores que eu coloco em campo nos deem respostas - explicou Abel.

> Merentiel fala em 'desabafo' após marcar seu primeiro gol pelo Palmeiras

O treinador ainda ressaltou o nível de dificuldade de enfrentar o Red Bull Bragantino e deixou claro que, para ele, a meta é o Palmeiras vencer os jogos em casa e se manter competitivo fora para seguir bem na liderança do Campeonato Brasileiro.

– Honestamente, na primeira parte eles fizeram dois gols em dois chutes. Nossa equipe não desistiu, conseguimos fazer um gol antes do intervalo, e na segunda parte arriscamos mais, empatamos, poderíamos ter virado. Mas é muito difícil jogar aqui. Já viemos várias vezes enfrentar esse treinador, essa equipe. É difícil. Mas não estamos satisfeitos, a intenção é ganhar sempre.

- Continuamos com a nossa invencibilidade fora. Esse campeonato é uma maratona, há equipes que perdem mais pontos no início, outras ganham mais, outras no meio. Temos que continuar nesta caminhada: ser muito fortes em casa e jogar fora sempre para ganhar. Quando não der para ganhar, levar pontos. Em casa temos que 'carimbar' os nossos - analisou.

> Confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Apesar do empate, o Palmeiras segue líder no Brasileirão, com 51 pontos conquistados.