Abel Ferreira aconselha jovens do Palmeiras sobre educação financeira: 'É muito fácil se deslumbrar'

Abel Ferreira revela bastidores de conversas com jovens atletas do Verdão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


De acordo com uma parcela pequena de pessoas espalhadas, principalmente, pelas redes sociais, Abel Ferreira ‘não gosta da base do Palmeiras’. Provando que isso tudo não passa de especulação, o português revelou alguns conselhos que busca passar para os jovens atletas do Verdão.

GALERIA

> ATUAÇÕES: ‘Pintaram’ notificações! Rony é maestro em goleada
> Saiba os 20 maiores públicos do Brasil em 2022

Dentre os seus ídolos está Luis Campos, antes treinador do português nos tempos de Penafiel e hoje diretor de futebol no PSG. Em coletiva após a goleada por 4 a 0 sobre o Botafogo, o comandante palmeirense fez questão de relembrar o período como jogador e seus mentores, para justificar as decisões que toma em relação aos seus discípulos.

- Faço porque fizeram comigo. O meu treinador na época fez isso comigo. Insisto que se os jogadores tiverem cabeça, eles terão uma vida tranquila, e não como muitos jogadores que assistimos, que ganham muito dinheiro e destroem o dinheiro todo. Eu fico triste, porque às vezes é uma questão de educação. Eu digo para eles que é só ter três cofrinhos: um para as despesas de todos os meses, outro para aqueles que são os meus objetivos, que é comprar uma cama nova, um computador novo, e o último que eu não posso mexer, que é a minha segurança. Isso que eu tento passar para todos eles, porque a vida do jogador passa rápido. Eles ganham muito, mas gastam muito também. Se eles não tiverem isso ao chegar no final da carreira, acabam com todo o resto - afirmou o português.

TABELA

> Clique para conferir a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Com a chegada de Abel ao Palmeiras, a diretoria passou a desenvolver uma nova filosofia em relação aos atletas do clube. Agora, os perfis mais desejados para que possam vestir ou seguir vestindo a camisa alviverde são aqueles que possam ser potencializados pelo treinador e seus auxiliares.

Nas últimas semanas, todos os jogadores campeões da inédita Copinha pelo Verdão tiveram seus contratos renovados. Endrick foi a exceção por completar 16 anos somente em julho. Ainda assim, o garoto já tem um acordo firmado com o clube.

Além deles, Wesley também teve seu vínculo com o Palestra estendido até o final de 2024. Assim como Danilo e Gabriel Menino, a Cria da Academia é um bom exemplo da gestão revolucionária da comissão técnica portuguesa.

- Antes de ser treinador, eu sou formador de homens. Uma vez no Braga eu disse "prefiro ser conhecido como um bom homem, do que como um bom treinador", e se algum dia eu tiver que sair daqui, o que eu gostaria que dissessem de mim é "você foi um cara top para as pessoas que trabalham dentro do clube, que fez tudo o que podia pelo clube”. Não preciso mais nada. O homem que se é, é o que triunfa no profissional que se quer ser, em qualquer profissão. É o homem que se é, que triunfa no profissional que você quer ser. É o homem, é o caráter do jogador, são os valores do homem. É nisso que eu acredito e é isso que eu passo aos meus jogadores. Aos mais novos, gosto de falar com eles sobre isso, como "moleque, está gastando dinheiro em carros, mas casa já comprou?". Às vezes é muito fácil nos deslumbrarmos e precisamos nos puxar de volta para a terra. Aproveitem o momento, mas pensem que há um futuro, e a vida do jogador de futebol dura aí dez, 12 anos e acaba - acrescentou.

Abel Ferreira nunca escondeu o sentimento de ‘família’ que procurava instaurar no clube desde o momento em que pisou na Academia de Futebol. Por estar longe da própria, o técnico criou um ambiente saudável e propício para que valores e princípios também entrem em cena e não sejam deixados de lado.

- A minha função é educar os meus jogadores, que é o que eu quero fazer com as minhas filhas, quando estiverem perto de mim. É isso que está me faltando agora, a escola está acabando. Eu acho que sou melhor pai com os meus jogadores, do que sou com as minhas filhas - desabafou Abel.

Vale lembrar que esposa e filhas do treinador palmeirense estarão de malas prontas para o Brasil no segundo semestre deste ano. Com a presença delas, com certeza o laço familiar entre profissionais, atletas e seres humanos, será ainda mais estreito, rendendo muito mais frutos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos