Abel exalta poder de reação do Palmeiras e volta a elogiar canto de torcida: 'Time da virada e do amor'

Abel Ferreira foi diagnosticado com Covid e está fora do clássico de segunda (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Em entrevista coletiva após a goleada de virada sobre o Atlético Goianiense por 4 a 2, o treinador Abel Ferreira falou sobre o poder de reação da equipe do Palmeiras. Além disso, o português fez questão de elogiar, mais uma vez, o apoio da torcida alviverde nas arquibancadas do Allianz Parque.

GALERIA

> ATUAÇÕES: El Capitán! Gómez é zagueiro-artilheiro em goleada

TABELA

> Clique aqui para conferir a tabela e simulador do Brasileirão!

- Gostaria de dedicar essa vitória de modo especial aos nossos torcedores, acho que é a primeira vez que faço isso desde que estou no Brasil. Eles tiveram um papel importantíssimo na virada, e depois a qualidade dos nossos jogadores, a crença, vontade, força, o saber lidar com os momentos do jogo. É tudo isso. No último jogo perguntaram qual é o nosso limite, e eu não sei. Não sei qual é o limite desses jogadores, qual a vontade, o desejo deles. O que sei, o que sinto, é um amor por jogar futebol e uma paixão muito grande por competir - disse.

Após sair atrás no placar com um gol contra de Luan, o Verdão precisou de apenas sete minutos para marcar quatro gols e definir a vitória diante de 38.888 pessoas, terceiro maior público do time na temporada jogando em casa.

Abel Ferreira, inclusive, voltou a endossar a importância de um canto entoado pelos torcedores palmeirenses em todo o país. Uma marca registrada que, agora, faz parte também da gestão portuguesa e de um elenco vitorioso.

- Nunca vivi isso. Foi bonito a atmosfera, o ambiente, o momento, espetacular. Eu mesmo, no banco, que costumo ser controlado, no segundo ou terceiro festejei como se fosse um dos torcedores. Às vezes gosto de estar calmo e focado nesses momentos. Foram sete minutos incríveis. Depois de sofrer o gol, um detalhe que já falei com nossos torcedores, a família palmeirense, eu queria agradecer. Depois de sofrer o gol, começaram a gritar ‘o Palmeiras é o time da virada, o Palmeiras é o time do amor’. Isso ajuda de uma maneira, quero agradecer - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos